Santa Fe

CAPITAL DA PROVINCIA, ALT 25 m, POB 522.200 hab, BUENOS AIRES 468 km

Oficialmente Santa Fe de la Vera Cruz, é uma cidade histórica fundada em 1573 por Juan de Garay, sendo uma das primeiras urbanizações do rio de la Plata. Nela ocorreram fatos de importância histórica, como a assinatura da Constituição Argentina e todas as suas alterações. Sua condição de cidade portuária e capital de província lhe confere uma exclusiva vida econômica e social, em permanente diálogo entre tradições culturais e correntes inovadoras. Oferece diferentes roteiros que ilustram sua história constitucionalista, atravessam suas paisagens insulares, percorrem suas principais artérias e reconstituem o pitoresco patrimônio artístico que a caracteriza.

ATRAÇÕES:

É o local de passeio cotidiano dos santafesinos e um espaço bastante convidativo para os visitantes. Em toda a sua extensão paisagística, podem ser vistas praias naturais, playgrounds, um lindo farol, confeitarias e lanchonetes, além de uma visão panorâmica das ilhas e pontes.
  • Casa de Alfajores Merengo
A elaboração dos típicos alfajores santafesinos começou em 1851, num local situado a poucos metros do Cabildo. Seu dono se chamava Hermenegildo Zuviría, mais conhecido como “Merengo”. Esse apelido deu origem a uma das mais tradicionais marcas de alfajores da cidade.

Loja Merengo de la Plaza - Gral. López, 2632
Loja Ribera Shopping - Dique I - Puerto Santa Fe
Loja Aeropuerto Saude Viejo - Ruta Nacional 11, Km 452,5.
Os diversos conteúdos são mostrados de maneira artística, com técnicas de exibição que incluem efeitos cênicos, luminosos, programas multimídia e apresentações audiovisuais. Reúne objetos da época em que foi redigida a constituição argentina de 1853, réplicas de livros utilizados e um exemplar genuíno da reforma constitucional de 1994, maquetes da cidade, retratos em pintura e digitalizados.

1º de Mayo esq. com Av de la Constitucion, 3000
Horário: Terça a sexta 8h30/18h30, sábado e domingo 13h/18h. Gratuito.
Exibe uma apresentação museográfica que oferece um passeio que inicia com o povoamento humano no território provincial e seu entorno desde suas origens há dois mil anos, continua com o contato hispano-indígena gerado a partir da conquista e colonização europeia, a cidade de Santa Fe em seu lugar de fundação (hoje Santa Fe la Vieja) e nos tempos coloniais em sua atual localização, para finalizar com uma sequencia que evidencia a presença das comunidades aborígenes desde o período hispânico até a atualidade.

25 de Mayo, 1470
Horário: Terça a sexta 8h30/12h e 14h/19h, sábado e domingo 15h30/18h30.
Funciona num solar histórico de 1889. Em suas 9 salas exibe mapas, expedientes, material ferroviário restaurado, ferromodelismo e elementos do final do século passado. Possui livros contábeis de 1893 em diante e planimetria de vários setores onde a ferrovia chegou. Existem também elementos de geodésia e fotografias.

San Luis, 2900
Horário: Quinta e sexta 17h/19h, sábado 9h/12h. AR$20.
Com uma área de 10ha, é um impressionante pulmão verde na cidade. Conta com um complexo de lagos artificiais interligados entre si, com pedalinhos e rodeados de pistas para caminhadas. Oferece uma variada e frondosa arborização, além de jardins floridos, pérgolas, playground e um atrativo complexo de piscinas.

Paraguay esq. com Salvador Caputto.
A Ponte Pênsil construída em 1928 é um símbolo da cidade e cruza as águas da imponente Laguna Setúbal, unindo a Costanera Oeste com a Costanera Este. A obra conserva uma longa e interessante história que data de uma destruição quase total em 1983 e sua posterior restauração depois de muitos anos de abandono. Tem cerca de 300m de extensão e 30m de altura.

VEJA TAMBÉM: Paraná (Entre Ríos), 29km