Belo Horizonte

CAPITAL DO ESTADO, ALT 852 m, POP 2.523.794 hab, BRASÍLIA 735 km

Planejada e construída para ser a capital política e administrativa do Estado, foi originalmente projetada para se assemelhar a Washington (EUA). Com largas avenidas, praças e áreas arborizadas, “Beagá” como é carinhosamente chamada por seus moradores, orgulha-se de ter sido escolhida uma das melhores cidades do país para se viver. Tem uma infra-estrutura turística de primeira qualidade, com dois excelentes aeroportos, hotéis e restaurantes de primeira classe, ampla gama de serviços, comércio intenso e magníficos espaços para eventos.

ATRAÇÕES:

Foi projetado por Oscar Niemeyer sob encomenda do prefeito Juscelino Kubitschek e construído entre os anos 1942 e 1944. Se destaca na paisagem da cidade com a beleza e o impacto de seu espelho d´água, de suas curvas, da Casa do Baile (única construção que se encontra totalmente sobre uma ilha artificial), do antigo Cassino (hoje Museu de Arte Moderna) e da Igreja de São Francisco de Assis, talvez a principal obra do complexo.

Igreja São Francisco de Assis 

É um dos mais conhecidos cartões postais da cidade. Emoldurada pelas águas da lagoa, reúne as genialidades do arquiteto Oscar Niemeyer, do paisagista Burle Marx e do pintor Cândido Portinari em suas paredes. Seu interior abriga a Via Sacra, constituída por 14 painéis de Cândido Portinari, considerada uma de suas obras mais importantes. No exterior, os belos jardins são assinados por Burle Marx.

Avenida Otacílio Negrão de Lima, 3000 - Pampulha.

Lagoa da Pampulha 

Com 18km de extensão, representa um belo cenário para diversas atividades como caminhada e ciclismo. É palco de grandes eventos esportivos como a Volta Internacional da Pampulha, entre outras competições nacionais e internacionais. Situada ao longo da Avenida Otacílio Negrão de Lima.
Foi o primeiro arranha-céu da cidade com 130m de altura, construído em 1947, na época da Segunda Guerra Mundial, motivo pelo qual recebeu um abrigo antiaéreo. Em estilo art déco, destacam-se as 2 imensas carrancas em homenagem à tribo "acaiaca". No último andar, há exposições itinerantes e também é possível apreciar a vista lá de cima. Quando não há nada sendo exposto, caso o visitante queira admirar a vista, deve encaminhar e-mail para o condomínio para agendamento prévio (edificioacaiaca@gmail.com).

Avenida Afonso Pena, 867 - Centro.
Dividida em 16 setores, incluindo 3 áreas de alimentação, com mais de 2.000 expositores, é considerada a maior feira de artesanato a céu aberto da América Latina.

Horário: Domingo, 8h/14h.
Situado em uma área de 1,4 milhão de m², abriga uma reserva nativa do cerrado e cerca de 3.000 animais de 250 espécies do Brasil e de várias partes do mundo, além do primeiro borboletário público da América do Sul. 

Avenida Otacílio Negrão de Lima, 8000 - Pampulha 
Horário: Terça a domingo, 8h/17h. R$10.
Nele encontram-se obras de artistas-símbolos de Minas Gerais, como "Os sertões" de Guimarães Rosa, os temas que inspiraram Drummond, a "não arte" de Lygia Clark e o trabalho de Sebastião Salgado. Grande destaque também é dado ao ciclo do ouro no estado. Algumas de suas atrações imperdíveis são: a sala “História de Belo Horizonte”, que narra a construção da cidade e algumas de suas lendas urbanas; e a sala “Panteão da Política Mineira”, retratando a Inconfidência Mineira através dos seus personagens principais, revividos em quadros interativos.

Praça da Liberdade, s/nº - Funcionários
Horário: Terça a sábado 10h/17h30, quinta 10h/21h30 e domingo 10h/15h30.
Gratuito.
Com mais de 400 lojas, é um dos pontos comerciais mais procurados de BH. A atração é percorrer seus corredores temáticos como o dos queijos, doces,  artesanatos, ervas, raízes, e as praças, como a da feijoada e a do abacaxi. Lado a lado com as bancas coloridas de hortifrutigranjeiros, podem ser encontrados os mais variados produtos típicos da culinária mineira, dentre os quais a goiabada e o famoso queijo minas.

Avenida Augusto de Lima, 744 - Centro
Horário: Segunda a sábado 7h/18h, domingo 7h/13h.
Um belo mirante com vista para a cidade. Está situado num parque que possui uma área de aproximadamente 18.000m² e abriga o primeiro reservatório de água construído na cidade. O local ainda tem brinquedos infantis e áreas de convivência.

Rua Cobre, 114 - Cruzeiro
Horário: Terça a domingo, 8h/18h.
Abriga importante acervo sobre mineração e metalurgia, documentando 2 das principais atividades econômicas de Minas Gerais. Utiliza de forma lúdica e criativa, tecnologia de ponta para mostrar o universo das rochas, os processos de transformação dos minérios e a importância deles para a vida humana e o desenvolvimento social, econômico e cultural. Uma das principais atrações é um passeio à Mina de Morro Velho (Nova Lima), feito em um elevador virtual que desce até 2.450m de profundidade na companhia de Dom Pedro II e da Imperatriz Teresa Cristina.

Praça da Liberdade, s/n° - Funcionários
Horário: Terça a domingo 12h/18h, Quinta 12h/22h. Gratuito.
Conta a história de dezenas de atividades profissionais que deram origem à indústria de transformação em Minas Gerais. Possui um acervo com 2.500 peças originais dos séculos XVIII ao XX, entre instrumentos, utensílios,  ferramentas, máquinas e equipamentos. Elas representam antigos ofícios em setores tradicionais como a mineração, lapidação e ourivesaria, alimentício, tecelagem, energia e curtumes.

Praça Rui Barbosa, 600 - Centro
Horário: Terça 9h/21h, quarta a domingo 9h/17h. Gratuito.
O acervo inclui mais de 5.000 peças, desde o final do século XIX até os dias atuais, como jogos, piorras, bonecas, carrinhos, fortes apaches, cavalinhos de pau, lanternas mágicas, instrumentos musicais, fantoches, livros, discos e outras pequenas joias.

Avenida Afonso Pena, 2564 - Funcionários
Horário: Segunda a sexta 9h/17h, sábado 10h/17h. R$10.
Dedica-se à memória de duas das mais tradicionais corporações do estado, a Polícia Militar de Minas Gerais e o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. Seu acervo é composto de peças como armamentos, uniformes, instrumentos musicais e de trabalho, fotografias e documentos apresentando diversos recursos tecnológicos.

Rua Aimorés, 698 - Funcionários
Horário: Segunda a sexta, 11h/17h. Gratuita.
Com sede moderna inaugurada em 1998, tem uma área externa composta por jardins e palco ao ar livre que se integram ao casarão de 1883, remanescente do arraial do Curral Del Rey. No acervo permanente estão objetos de época, mobília, utensílios domésticos, fragmentos de importantes edificações da cidade, o primeiro cofre utilizado pela prefeitura, peças de vestuário, placas de ruas, objetos do tempo da escravidão, além de muitas fotografias antigas.

Avenida Prudente de Morais, 202 - Cidade Jardim
Horário: Terça, sexta, sábado e domingo 10h/17h, quarta e quinta 10h/18h30.
Gratuito.
É um dos maiores e mais belos redutos ecológicos, com 2,3 milhões de m² de matas nativas, onde se pode fazer trilhas em meio a macacos, esquilos e outros animais silvestres. Com projeto paisagístico de Burle Marx, o parque fica na Serra do Curral. Tem quiosques, quadras poliesportivas, brinquedos para crianças e o Mirante do Mangabeiras , com uma linda vista da cidade.

Avenida José do Patrocínio Pontes, 580 - Mangabeiras
Horário: Terça a domingo, 8h/17h.
Inaugurado em 1897, é o patrimônio ambiental mais antigo da cidade com uma área de 182.000m² de extensa vegetação. Foi projetado em estilo romântico inglês para ser o maior e mais bonito parque urbano da América Latina. Possui diversas nascentes que abastecem três lagoas e cerca de 280 espécies de árvores exóticas e nativas. Tem como atrativos as trilhas com paradas em locais importantes do ponto de vista histórico e ambiental, e o Jardim das Borboletas, um espaço criado para o cultivo de plantas que atrai borboletas e mariposas.

Avenida Afonso Pena, 1377 - Centro
Horário: Terça a domingo, 6h/18h.
Ocupa uma área de aproximadamente 35.500 metros quadrados e oferece como opções de lazer, brinquedos, trilha ecológica, equipamentos de ginástica e área de convivência e contemplação. Possui duas nascentes e um pequeno lago artificial. Apresenta uma grande quantidade de borboletas em sua área, fato que originou seu nome.

Rua Assunção, 650 - Sion
Horário: Terça a domingo, 8h/18h.
Construída em 1903 com jardins, coretos, repuxos e estátuas em mármore de carrara, é cortada por uma dupla fileira de palmeiras imperiais. Ao seu redor estão construções ecléticas datadas da época da transferência da capital. Está localizada no bairro Savassi.

Edifício Niemayer 

Projetado por Oscar Niemeyer nos anos 1950, suas curvas foram inspiradas nas montanhas mineiras. Possui 8 andares e é uma importante referência em arquitetura moderna no Brasil.

Palácio da Liberdade 

Sede histórica do Governo do Estado e um dos principais cartões postais da cidade. Os jardins com esculturas francesas em mármore branco e postes que sustentam águias de metal cercadas por luminárias mantêm o aspecto original. Tem ainda um orquidário da época da construção da nova capital, e um coreto que ostenta um bonito ornamento artesanal de cipós e troncos feitos de cimento armado. Na parte interna, se destaca a escadaria de ferro e mármore com flores e folhagens de ferro batido, construída na Bélgica.

ARREDORES:

Caeté

ALT 945 m, POP 44.377 hab, BELO HORIZONTE 47 km

ATRAÇÃO:

Formação rochosa situada com uma altitude de 1.746m. Abriga o Observatório Astronômico da UFMG, os radares do Cindacta que monitoram os céus da região, e um conjunto cultural-arquitetônico que inclui um santuário religioso e uma capela construída em 1770. A visão panorâmica das montanhas que se tem a partir de seu mirante é deslumbrante.

Acesso pela Rodovia MG-435, 16km.
Horário: Diariamente, 7h/18h. R$5.

Lagoa Santa

ALT 759 m, POP 63.359 hab, BELO HORIZONTE 37 km

ATRAÇÃO:

Descoberta por volta de 1835, possui 511m de extensão, um sistema de iluminação artificial e um conjunto de cortinas denominado candelabros. Dentre os diversos salões que a compõem, 8 são visitados e recebem os nomes relacionados às características dos espeleotemas que se formam em diferentes partes da gruta. Todas as trilhas e circuitos devem ser agendados com antecedência e realizados com o acompanhamento de um guia local. Dispõe de uma ótima estrutura de visitação, com estacionamento e centro de visitantes.

Rua N. S. do Rosário, s/n - Lapinha (Parque Estadual do Sumidouro), 13km
Horário: Diariamente, 8h30/16h. R$15.