San Andrés

CAPITAL DO DEPARTAMENTO, ALT 1 m, POB 71.305 hab, BOGOTÁ 1.211 km

O arquipélago de San Andrés, Providencia e Santa Catalina, com todas as suas ilhas, ilhotas e rochas, é uma espécie de Havaí colombiano. Remoto, de origem vulcânica, exportador de biodiversidade para todo o mar que o rodeia e dono de uma rica cultura. Sua capital, também conhecida como North End, é o principal núcleo urbano da ilha de San Andrés, conhecida pelos nativos como “El Centro”. Concentra a zona hoteleira, comercial, bancária, governamental e o aeroporto. Na baía próxima funciona o porto. Localizada no extremo norte da ilha de San Andrés, sua economia está baseada principalmente no turismo e no comércio. Um personagem em especial está ligado à sua história de uma forma muito particular, o pirata Henry Morgan, que fez da ilha o comando central de suas atividades de pirataria no Mar do Caribe.

ATRAÇÕES:

Praia de areias brancas e águas cristalinas, é um islote onde se pode desfrutar do contato natural com a flora e fauna da Ilha de San Andrés. Ali é possível alimentar arraias, nadar com peixes coloridos e praticar esportes como mergulho. Sua principal atração, como o próprio nome sugere, é a grande quantidade de peixes encontrados no local conhecido como "El Acuario". O local fica muito perto de um islote irmão, Cayo Haynes, sendo passagem quase obrigatória para quem vai a Johnny Cay. Possui serviço de restaurante.
Está localizado a cerca de 25km a sudeste de San Andrés (1h de barco). É uma ilha menor e 2 pequenos ilhéus, ponto de desembarque da infantaria marinha colombiana e também de pescadores artesanais. O atol tem 6,4km de comprimento e 3,5km de largura e consiste em 2 islotes no Mar do Caribe. O primeiro, denominado East Cay, é tomado por coqueiros, arbustos baixos e algumas gramíneas. Os pescadores o utilizam para passar a noite durante suas jornadas de pesca. No segundo, denominado West Cay ou Bolívar, encontra-se um farol e um posto militar da Marinha Nacional da Colômbia.
Faz parte do sistema de recifes de maior biodiversidade, maior e mais primitivo do Caribe e o terceiro maior do mundo. Aparece à distância como uma faixa solitária de 500m de areia clara, densamente coberta por arbustos coroados por um punhado de palmeiras, um posto avançado marinho e uma torre farol, tudo cercado por um mar azul-cobalto agressivamente saturado de manchas azul turquesa. Banco Serrana, é um atol oceânico remoto localizado 150 km a noroeste da ilha de Providencia. É conhecido como o lugar onde um náufrago se tornou uma lenda, pois seu nome é uma homenagem ao náufrago espanhol Pedro Serrano, que inspirou o romance Robinson Crusoe, de Daniel Defoe. No momento, não está aberto a visitação.
Durante o século XVI, muitos viajantes visitaram as ilhas de San Andrés e Providencia. O lendário pirata inglês chamado Henry Morgan usou este território como refúgio e uma lenda diz que nesta caverna ele escondeu seus tesouros. Os ancestrais dos nativos se encarregaram de espalhar essa lenda. Hoje, a caverna oferece 5 diferentes estações temáticas para toda a família.

Av. Circunvalar, Km 8
Horário: Diariamente, 9h/20h. COP$15000.
Fenômeno natural que consiste em um buraco na praia que dispara água do mar quando há ondas fortes. É um gêiser encontrado no sul da Ilha de San Andrés. O efeito da água impulsionada pelas ondas batendo no coral 10m abaixo do buraco, joga a água por pressão até 15m de altura. Antes de ir, é bom verificar se a maré está alta ou baixa. Se a maré estiver baixa, não é possível apreciar o fenômeno.
Uma dos mais famosos e belos islotes de San Andrés. Possui uma área total de 49.411m², sendo o maior dos ilhéus que circundam San Andrés. Existem coqueiros e praias de areia branca. É um local tranquilo, com águas cristalinas, perfeito para descansar e passar um dia na praia e no mar. Pode-se chegar por via marítima usando barcos que partem de San Andrés. No outono existem restaurantes que oferecem comida típica e a presença de iguanas.
Atualmente conhecida como West View, possui um escorregador e um trampolim para entrar na água transparente cheia de peixes. É possível alugar máscaras para mergulho. As piscinas naturais de águas límpidas chegam a 6m de profundidade. COP$5000 (mesmo que não entre para nadar, a entrada é cobrada).
Uma longa e densa fileira de palmeiras altas enfeita a bela praia, considerada a melhor de San Andrés. Sob a sombra fresca desse bosque de palmeiras, o visitante pode desfrutar da areia branca de coral banhada pelas águas mornas do mar de sete cores, refrescado pela suave brisa marinha.
Como o próprio nome indica, é de rocha e não de areia, como costumam ser os outros islotes do departamento. Está localizado na área da baía de Cocoplum. É o local ideal para mergulhos de snorkel. Muito perto, estão os restos do navio Nicodemus, que encalhou na região. Lá podem ser vistos corais, estrelas, ouriços e peixes coloridos. A área é pública e os turistas podem chegar ao islote caminhando por 500m com águas a 1m de altura.