São Paulo

CAPITAL DO ESTADO, ALT 760 m, POP 12.252.023 hab, BRASÍLIA 1.007 km

Fundada em 1554 por padres jesuítas, é mundialmente conhecida, exercendo influência cultural, econômica e política em âmbito nacional e internacional. Oitava cidade mais populosa do planeta, a metrópole superlativa é um dos maiores centros financeiros do Brasil e do mundo. Apesar de contar com importantes monumentos, parques e museus, destaca-se mais pelo turismo de negócios. Centro cultural da América Latina, possui 101 museus, 282 salas de cinema, 146 bibliotecas e cerca de 40 centros culturais, além de 182 teatros. Também é o principal destino para compras no país, com mais de 80 shoppings centers e cerca de 60 ruas de comércio temático. Cortada por duas grandes artérias consideradas as principais vias expressas do município, as Marginais Tietê e Pinheiros, a cidade sofre um problema comum a outras metrópoles mundiais: o grande congestionamento de carros em suas principais ruas. Como medida para amenizar este problema, adotou o rodízio, a restrição de estacionamentos e de circulação de caminhões e veículos de carga. Conta com dois aeroportos principais, o Aeroporto de Congonhas, que serve voos domésticos e o Aeroporto Internacional de Guarulhos, que é um dos principais aeroportos internacionais do país.

ATRAÇÕES:

Possui mais de 50 tanques, totalizando cerca de 4 milhões de litros de água que abrigam diversas espécies de peixes, além de répteis e mamíferos exóticos como suricatas, colobus e lêmures da África; raposas voadoras da Indonésia; cangurus, vombates, equidnas e coalas da Austrália; focas, leão marinho, lobos-marinhos e ursos polares. Além disso, há cenários temáticos com réplicas de um submarino da Segunda Guerra, caravela de piratas e navio naufragado.

R. Huet Bacelar, 407 - Ipiranga
Horário: Diariamente, 9h/17h. R$90.
Museu interativo situado no Palácio das Indústrias (1925), com mais de 4.000m² divididos em quatro seções: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. Possui mais de 250 instalações que tratam de temas abrangentes como a criação do Universo, a vida na Terra, criações científicas do homem e problemas da sociedade.

Av. Mercúrio, s/n - Parque Dom Pedro II
Horário: Terça a domingo, 9h/16h. R$10.
  • compras

Brás

Bairro favorito de sacoleiras, reúne muitas lojas de confecções, shoppings e galerias. Nas lojas pequenas e escondidas normalmente se encontram boas peças e pechinchas. As melhores lojas estão nas ruas Maria Marcolina, Oriente, Rubino de Oliveira e Maria Joaquina. Aos sábados, muitas lojas ficam abertas apenas até 13h e não abrem no domingo. Outro destaque do bairro é a Feirinha da Madrugada (3h/13h).

Rua 25 de Março

Maior conglomerado comercial popular a céu aberto da América Latina, com mais de 3.000 lojas, tem de tudo para todos os gostos e públicos. Brinquedos, bijuterias, calçados, utensílios domésticos, tecidos, fantasias, material escolar, artigos de cama, mesa e banho, produtos eletrônicos e presentes compõem o rol de produtos ofertados.
Inaugurado em 1947, é um dos prédios mais emblemáticos da capital paulista, sendo o 3° arranha-céu mais alto da cidade. Com 35 andares e 161m de altura, foi inspirado na arquitetura art decó do Empire State Building, em New York. No 26º andar, há um mirante, onde é possível ter uma visão de 360º que atinge cerca de 40km.

R. João Brícola, 24 - Centro
Horário: Terça a sábado 9h/20h, domingo 9h/19h. R$20.
Símbolo da arquitetura moderna brasileira, projetado por Oscar Niemeyer, foi inaugurado em 1966. Com linhas sinuosas e elegantes, tem a maior estrutura de concreto armado do país, com 115m de altura, 32 andares e 120.000m² de área construída, dividida em 6 blocos, com um total de 1.160 apartamentos de dimensões variadas. É possível visitar o mirante (32º andar), para tanto devendo dirigir-se ao Bloco F (próximo a R. da Consolação).

Av. Ipiranga, 200 - Centro
Horário: Segunda a sexta, 10h/10h30 e 15h/15h30. Gratuito.
Considerada uma das maiores da América Latina, reúne uma coleção com mais de 10.000 títulos entre álbuns, gibis, periódicos e livros sobre Histórias em Quadrinhos.

R. Vergueiro, 1000 - Liberdade
Horário: Terça a domingo, 10h/18h.
Fundado em 1901, tem uma área de 750.000m² cercada de muito verde, com árvores raras e grandes alamedas. Entre os seus atrativos estão o Museu Biológico, Museu Histórico e Museu da Microbiologia; o Serpentário com mais de 60 espécies brasileiras de cobras, aranhas e escorpiões; o Macacário e prédios históricos.

Av. Vital Brasil, 1500 - Butantã
Horário: Terça a domingo, 9h/16h45. R$6 (cada bilhete é sempre uma peça colecionável, com imagens e informações sobre ciência, história e meio ambiente).
O bairro é o maior reduto da comunidade japonesa na cidade. O Arco Torii Vermelho marca a entrada da região, que tem as ruas são decoradas com lanternas. Possui variadas opções gastronômicas com bares de sushi, lojas de ramen e barracas de macarrão yakisoba. Nas lojas de presentes e supermercados se encontram objetos e iguarias asiáticas importadas, e uma feirinha aos domingos, vende artesanatos.

Museu da Imigração Japonesa

Situado no prédio da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa Bunkyo, é o maior museu sobre a imigração japonesa do país com um acervo de mais de 97.000 itens, tais como documentos, fotos, jornais, microfilmes, livros, revistas, filmes, vídeos, quadros, utensílios domésticos e de trabalho, além dos tradicionais kimonos.

R. São Joaquim, 381, 7° andar - Liberdade
Horário: Terça a domingo, 13h30/17h. R$12.
Com 12.600m² e mais de 290 boxes, o prédio de estilo neoclássico e gótico foi inaugurado em 1933. É um entreposto comercial de atacado e varejo, especializado na comercialização de frutas, verduras, cereais, carnes, temperos e outros produtos. Tem 55 vitrais, que representam vários aspectos da produção de alimentos e um mezanino em estrutura metálica com restaurantes.

R. Cantareira, 306 - Centro
Horário: Diariamente, 6h/18h.
Acervo com mais de 40 modelos de lâmpadas, desde 1900 até as mais modernas utilizadas atualmente. Há também uma réplica do ambiente de trabalho de Thomas Edison, com instrumentos e invenções com o cinetoscópio. Possuí o teto iluminado por fibra ótica, simulando um céu estrelado.

Av. João Pedro Cardoso, 574 - Jabaquara
Horário: Segunda a sexta, 9h/18h. Ingresso: 1kg de alimento não perecível.
Saiba mais:

Museu da Lâmpada
Inaugurado em 1947 por Assis Chateaubriand, é um dos mais importantes museus do hemisfério Sul e um dos principais cartões-postais da cidade. Possui um acervo com cerca de 8.000 peças de grandes nomes da pintura nacional e internacional, como Portinari, Di Cavalcanti, Renoir, Monet, Cèzanne, Picasso, Van Gogh, Matisse e Chagall. Além das obras, sua arquitetura se destaca pelo vão livre de 74m de comprimento, um dos maiores do mundo.

Av. Paulista, 1578 - Bela Vista
Horário: Terça 10h/20h, quarta a domingo 10h/18h. R$40.
Com 6.900m², está localizado dentro do Estádio do Pacaembu. Sua exposição principal está distribuída em 15 salas temáticas, onde o visitante tem acesso a uma sequência de experiências visuais e sonoras que relacionam o futebol com a vida do brasileiro no século XX.

Praça Charles Miler, s/n - Pacaembu
Horário: Terça a domingo, 9h/17h. R$20.
Único do gênero na América Latina, está situado na sede da empresa Dimas de Melo Pimenta Sistemas de Ponto e Acesso Ltda DIMEP. Conta com um acervo riquíssimo de cerca de 650 peças com raridades da relojoaria e itens de grande valor técnico e histórico.

Av. Mofarrej, 840 - Vila Leopoldina
Horário: Segunda a sexta, 9h/17h. Gratuito.
Guarda relíquias como o primeiro bonde a circular no Brasil em 1859, no Rio de Janeiro, e o primeiro tróleibus de fabricação nacional (1960). O acervo ainda conta com cerca de 1.500 fotos e 1.500 livros, além de móveis, objetos e documentos sobre a evolução do transporte urbano.

Av. Cruzeiro do Sul, 780 - Canindé
Horário: Terça a domingo, 9h/17h. Gratuito.
É um marco histórico nacional, nas margens do riacho do Ipiranga, D. Pedro I proclamou a independência do Brasil diante de Portugal em 7 de setembro de 1822. Numa área de 161.300m², possui pista de cooper, aparelhos de ginástica, playground, chafariz com fonte e cascata, além de bosque e paisagismo entre o Monumento à Independência e o Museu do Ipiranga.

Av. Nazaré, s/n - Ipiranga
Horário: Diariamente, 5h/20h.

Casa do Grito

Tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico (CONDEPHAAT), abriga exposições diversas com temas relacionados à cidade. Ergue-se nas proximidades do riacho do Ipiranga, tendo sido originalmente construída em pau-a-pique (terça a domingo, 9h/17h).

Monumento à Independência

Conjunto escultórico feito em granito e bronze, situado no lugar histórico onde D. Pedro I proclamou a Independência do Brasil.

Museu do Ipiranga

FECHADO para visitas devido obras de restauro e modernização, tem previsão de reabertura para 2022. Possui um acervo de mais de 450.000 unidades, entre esculturas, quadros, joias, moedas, medalhas, móveis, documentos e utensílios de bandeirantes e índios; iconografia e documentação textual, do século XVII até meados do século XX. Um dos destaques da exposição é o quadro "O Grito do Ipiranga", pintura em óleo sobre tela de Pedro Américo (1888).

R. Brigadeiro Jordão, 149 - Ipiranga.
Parque de diversão temático com os personagens criados por Maurício de Sousa. Possui mais de 20 atrações em cerca de 12.000m². Algumas de suas atrações são o Horacic Park (barquinhos que percorrem um ambiente pré-histórico) e a Escalada do Piteco (subida por pedras e vulcões pré-históricos até chegar ao topo).

Av. das Nações Unidas, 22540 - Jurubatuba
Horário: Terça a sexta 10h30/16h30, sábado e domingo 11h/19h. R$178,20.
Mais importante parque urbano da cidade, conta com 3 lagos artificiais interligados que ocupam 1,6 milhão de m². Inaugurado em 1954, possui ciclovia, 13 quadras iluminadas, pistas de corrida, passeios culturais e educativos como caminhadas monitoradas, atividades de birdwatching, esculturas, museus e monumentos históricos além dos jardins e paisagens repletas de flores e árvores. Também abriga prédios públicos, planetário, ginásio de esportes e o famoso obelisco.

Av. Pedro Álvares Cabral, s/n (portões 2, 3 e 10), Av. IV Centenário (portões 6 e 7A), Av. República do Líbano (portão 7) - Vila Mariana
Horário: Diariamente, 5h/0h.
Criado em 1892, tem 48.600m² de área remanescente da Mata Atlântica, repleta de espécies exóticas como os cedros-rosa, sapucaias, guaraiuvas, além de borboletas e mais de 25 espécies de aves. O piso das pistas e trilhas chama a atenção pelas belas pedras portuguesas, com destaque para a "Trilha do Fauno", com uma escultura que retrata o ser mitológico meio homem, meio animal. O parque ainda conta com playgrounds, aparelhos de ginástica e sanitários.

Rua Peixoto Gomide, 949 - Cerqueira César
Horário: Diariamente, 6h/18h.
Oficialmente Pateo do Collegio, é um complexo histórico-cultural-religioso, situado no local onde nasceu a cidade. Abriga o Museu de Anchieta, com acervo composto de peças de arte sacra do séculos XVI ao XX, painéis, mapas, textos explicativos, maquete e pinacoteca que remetem aos primórdios da cidade.

Praça Pateo do Collegio, 2 - Centro 
Horário: Terça a sexta 9h/16h45, sábado e domingo 9h/16h30. R$8.
O prédio inaugurado em 1905 abriga o museu de arte mais antigo da cidade e do estado. Com um acervo de cerca de 9.000 peças, reúne trabalhos de artistas como Portinari, Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Rodin e Miró. No primeiro andar ficam as exposições temporárias e no segundo piso, as obras do acervo permanente.

Praça da Luz, 2 - Luz
Horário: Quarta a segunda, 10h/17h30. R$10.
Sede mundial da Igreja Universal do Reino de Deus, sua construção foi inspirada no templo citado na Bíblia. Com uma área de 70.000m², tem capacidade para mais de 10.000 pessoas. Possui 126m de comprimento, 104m de largura, 55m de altura com 2 subsolos, equivalente a um prédio de 18 andares.

Av. Celso Garcia, 605 - Brás
Visitas guiadas (1h) com agendamento prévio pelo tel (11)3573-3535 ou e-mail (passeio@jardimbiblico.com). R$35.
Saiba mais:

Templo de Salomão
Inaugurado em 1911, foi idealizado nos moldes dos melhores teatros de ópera do mundo. Promove visitas guiadas por toda sua estrutura, com histórias e curiosidades.

Praça Ramos De Azevedo, s/n - República
Horário: Terça a sexta 11h/15h/17h, sábado 11h/12h/14h/15h. Gratuito.
Localizado no Vale do Anhangabaú, foi o primeiro viaduto da cidade. Inaugurado em 1892, possui 204m de extensão e liga a rua Direita, no Centro Velho, com a rua Barão de Itapetininga (antiga rua do Chá), no Centro Novo.