Villarrica

CAPITAL DO DEPARTAMENTO, ALT 180 m, POB 74.355 hab, ASUNCIÓN 152 km

É uma das cidades mais importantes do país por sua história, cultura, atividade artística e acadêmica. Chegou a mudar 7 vezes de lugar num período de 100 anos. Em 1570, se encontrava onde hoje é o estado do Paraná, no Brasil. Em 1683, finalmente se estabeleceu na sua localização atual. Chama a atenção do visitante a Iglesia Franciscana Nuestra Señora de la Asunción (1944), localizada no bairro Ybaroty, uma verdadeira obra de arte inspirada na arquitetura medieval européia, combinando os estilos românico e gótico.

ATRAÇÕES:

  • el karumbé
Tradicional meio de transporte da cidade, é um carro de madeira com teto, puxado por cavalos. Seu nome vem da palavra guarani "karumbe", que significa tartaruga. Atualmente tem maior utilidade turística, mas continua sendo utilizado como um meio de transporte alternativo, tendo suas principais paradas nos 2 mercados da cidade.
Principal atração da cidade, possui uma lagoa com 1ha de extensão e 3m de profundidade. No centro dela há um deck e fontes que jorram água, por entre os quais se pode passear de canoas. Ao redor há um circuito para caminhadas, árvores nativas e equipamentos esportivos. Para completar o cenário, uma família de amigáveis capivaras que habitam o lugar há vários anos, permitem que os visitantes possam acariciá-las e tirar fotos. Manuel Ortíz Guerrero foi um poeta nascido em Villarrica no bairro Ybaroty e é um dos mais consagrados expoentes da poesia guarani.

Gral. Caballero esq. com Curupayty.