Rosario

ALT 25 m, POB 1.305.100 hab, SANTA FE 173 km

Cidade mais populosa da província e terceira maior do país, atrás de Buenos Aires e Córdoba, faz parte de uma região de grande importância econômica.  Está situada na margem oeste do rio Paraná, trecho da hidrovia Paraná-Paraguai, onde está localizado seu porto de 140ha que transporta cargas gerais e a granel.  Cerca de 70% da produção de cereais do país é exportada através do seu porto. Se constitui num importante centro cultural, econômico, educacional, financeiro e de entretenimento. É conhecida como o berço da Bandeira Argentina e sua edificação mais famosa é o Monumento a la Bandera. Centro educacional e cultural, possui também importantes museus e bibliotecas e sua infraestrutura turística inclui circuitos arquitetônicos, passeios, avenidas, parques e muitos hotéis. É a terra natal de muitas personalidades reconhecidas internacionalmente, como o jogador de futebol Lionel Messi, o líder revolucionário Che Guevara (veja casa onde nasceu), o comediante Alberto Olmedo (veja sua estátua), o escritor e cartunista Roberto Fontanarrosa (veja Centro Cultural), entre outros. O Aeropuerto Internacional Rosario Islas Malvinas, localizado no bairro de Fisherton, recebe uma frequência significativa de voos operados por várias companhias aéreas nacionais e internacionais.

ATRAÇÕES:

Construído para ser um centro educativo e científico, ocupa uma área de 25.000m², sendo 3.500m² de parte coberta. No andar superior do edifício, fica a principal atração do complexo: centenas de exemplares de peixes, de diversos tamanhos, que habitam em 10 grandes aquários com um total de 180.000l. Ali são exibidas 90 espécies de peixes, entre as mais representativas, das mais de 240 que habitam as águas do rio Paraná.

Av. Eduardo Carrasco esq. com Cordiviola - Arroyito
Horário: Terça a domingo, 8h30/14h e 14h30/20h. AR$50 (visitas guiadas, 1h30).
Saiba mais:

Acuario del Río Paraná
É uma obra que simboliza a relação entre o rio e a cidade. Tem 10m de comprimento por 5,60m de largura e 4,5m de altura. Foi toda feita em metal, sobre uma estrutura tubular revestida com chapas onduladas. Está localizada na rotatória da Av. de la Costa com a Av. Francia, no bairro Alberto Olmedo.
Espaço cultural temático único na América do Sul, com uma linha do tempo dedicada aos Beatles. Oferece excelente gastronomia e um espaço histórico que recria a obra da famosa banda inglesa, além de espetáculos com bandas ao vivo que interpretam covers dos Beatles.

Bv. Oroño, 107 - Centro
Horário: Terça, quarta e quinta, 9h/12h e 14h30/17h. AR$150.
A Costa Alta é um espaço público às margens do rio Paraná, formando um eixo de recreação ao norte do Balneário La Florida. Este espaço tem uma ótima pista para caminhadas com mais de 600m de extensão, chamado Paseo del Caminante, que conecta as ruas Fontanarrosa e Galicia com a Bajada Escauriza. Há também um píer fixo que avança aproximadamente 50m no rio e é usado pelos barcos que saem para as ilhas. O local ainda conta com um elevador para 30 pessoas que, além de dar acesso ao Paseo del Caminante e ao píer, oferece uma visão privilegiada da cidade, do rio e das ilhas ao redor. Acesso pela Av. de la Costa Estanislao López, bairro Celedonio Escalada, 11km.
Saiba mais:

Crónicas de Viajes que Inspiran/Costa Alta y el Paseo del Caminante
  • feiras

Feria del Bulevar

Localizada no Parque Norte, ao longo da rua Rivadavia entre Oroño e Alvear, estende-se para o interior do parque até perto do rio, próximo ao Museo de Arte Contemporáneo de Rosario MACRO. Tem 120 postos que oferecem produtos variados, como vestimentas, tecidos e bordados, cerâmica, couro, madeira, metais, plásticos, instrumentos musicais, brinquedos, entre outros. Bairro Pichincha. Horário: Sábado 14h/19h, domingo 10h/19h.

Mercado de Pulgas del Bajo

Ocupa aproximadamente 200m, perto do Monumento Nacional a la Bandera. É a feira mais antiga da cidade e atualmente conta com 60 postos fixos, onde são encontrados artesanatos feitos com cerâmica, couro, madeira, metal, papel e vidro. Há também bonecos, têxteis, brinquedos, entre outros. Av. Belgrano esq. com Buenos Aires. Horário: Sábado 14h/19h e domingo 10h/19h.

Mercado Retro

É um mercado de objetos antigos, onde podem ser encontrados talheres e utensílios domésticos, bijuterias, roupas, livros, cartazes e revistas, elementos decorativos, móveis pequenos, brinquedos, fotos e outros objetos. Av. Pres. Arturo Umberto Illia, bairro Alberto Olmedo. Horário: Sábado 14h/20h e domingo 10h/20h.
  • Heladerías Artesanales de la Avenida Pellegrini
Considerada a "Capital del Helado Artesanal", Rosario possui cerca de 70 fábricas, o que faz da cidade, a maior produtora em proporção ao número de habitantes (9l/ano/pessoa). Mesmo tendo sorveterias em todos os bairros, o ponto mais famoso da cidade fica ao longo da Avenida Pellegrini, na confluência entre o Centro e os bairros Del Abasto e Republica de la Sexta, onde se concentram várias das principais marcas locais.

Cumbre Nevada: Av. Pellegrini, 1165
De Buen Humor Helados: Av. Pellegrini, 1911
Esther Helados: Av. Pellegrini, 856
Marbet: Av. Pellegrini, 1050
Rio: Av. Pellegrini, 2424
Yomo: Av. Pellegrini, 1319.
Um parque para todas as idades com brinquedos que desafiam os sentidos. Destacam-se: La Montañita Encantada, um caminho labiríntico onde as árvores falam, as pedras sussurram e a água canta; Leonardo, el Inventor, instalação cenográfica que recria uma oficina fiorentina onde estão expostas pesquisas de Da Vinci, um dos representantes universais da cultura renascentista; La Máquina de Volar: voos e deslizadores, balanços e percursos com cabos; La Máquina de Trepar, barcos do século XVI que se transformaram em grandes espaços para escaladas.

Av. Leopoldo Lugones, 2290 - Parque Independencia
Horário: Sexta a domingo, 13h/18h. AR$40.
Construída em 1876, em estilo eclético com elementos do renascimento italiano, seu exterior apresenta vãos em todo o perímetro, com elegantes arcos, pilares e colunas. No interior, é notável o conjunto de pinturas nos tetos dos cômodos do térreo. Hoje transformada em prédio público, coleciona histórias de fantasmas. Há quem garanta ter visto sombras e ouvido barulhos no período em que a mansão esteve abandonada.

Ignacio Warnes, 1917 - Alberdi.
Símbolo da cidade, está situado no lugar onde o General Manuel Belgrano hasteou pela primeira vez a Bandeira da Argentina, às margens do rio Paraná. Possui uma torre de 70m de altura com um mirante no topo, uma cripta em homenagem ao General Belgrano, um pátio cívico, um propileu, e uma urna cinerária ao soldado desconhecido (do combate de San Lorenzo). No subsolo do propileu fica a Sala de Honor de las Banderas de América.

Santa Fe, 581
Horário: Segunda 14h/18h, terça a domingo 9h/18h (visita a Galería de Honor de las Banderas de América e Mirador de la Torre). AR$20.
Saiba mais:

Monumento Nacional a la Bandera
É um anexo do Museo de Bellas Artes Juan B. Castagnino, dedicado à arte contemporânea. Fica num velho silo cedido pela Municipalidad de Rosario, localizado em frente ao rio Paraná. O edifício, formado por 8 cilindros que antigamente eram usados para armazenar grãos, conta com 10 pisos, sendo 7 destinados a exposições da coleção de arte mais importante do país.

Av. Brigadier Estanislao López, 2250 - Alberto Olmedo
Horário: Terça a sexta 12h/18h, sábado e domingo 11h/19h. AR$50.
Inaugurado em 1937, tem 31 salas de exibição, auditório, biblioteca, loja, instalações para restaurações e depósitos de conservação de obras. Reúne obras que são colecionadas há mais de 70 anos, entre pinturas, esculturas, gravações, peças europeias de diversas épocas, instalações, fotografias, entre outros. As exposições acontecem periodicamente e contemplam, além de toda a coleção, obras de artistas convidados.

Av. Pellegrini, 2202 - Barrio Parque
Horário: Terça a sexta 12h/18h, sábado e domingo 11h/19h. AR$50.
Este museu ajuda a compreender como se desenvolveu o comércio de grãos em Rosario e na região, exibindo a evolução das operações na bolsa no século passado e a importância do setor agrário no país. O apoio didático conta com textos informativos, vitrines com objetos e material audiovisual.

Córdoba, 1402 - Centro
Horário: Segunda a sexta, 10h/16h.
Seu acervo inclui material de diversos tipos que informam sobre as violações aos direitos humanos na América Latina e no mundo, especialmente sobre o impacto do terrorismo de Estado durante a ditadura cívico militar na Argentina.

Córdoba, 2019 - Centro
Horário: Segunda a sexta, 9h/13h. AR$20.
É um dos mais modernos do mundo e seus conteúdos temáticos são apresentados com uso de recursos cênicos, audiovisuais, tecnológicos e interativos. Está dividido em 2 níveis. O primeiro apresenta os Jogos Olímpicos, Panamericanos, Sulamericanos, Paraolímpicos e Olímpicos da Juventude, além de Atletismo, Vôlei, Tênis, Boxe e Futebol. No segundo nível estão as áreas de Automobilismo, Hókei, Rugby, Basquete, Esportes Aquáticos e Náuticos e os santafesinos que se destacaram. O terraço é destinado a atividades culturais ao ar livre e tem uma bela vista da cidade.

Ayacucho, 4800 - General Las Heras
Horário: Quinta a sexta 9h/13h e 14h/19h, sábado e domingo 14h/19h (Durante o mês de janeiro, permanece fechado).
Saiba mais:

Museo del Deporte Santafesino
Mostra a história e a evolução do jornal e as transformações tecnológicas pelas quais passou o matutino mais antigo do país. Considerado o "Decano da Imprensa Argentina", o Diário La Capital ainda é ininterruptamente editado desde 15 de novembro de 1867.

Sarmiento, 763 - Centro
Horário: Segunda a sexta, 9h30/17h.
Saiba mais:

Museo Diario La Capital
Propõe o espaço urbano como cenário artístico, reproduzindo em escala gigante obras de artistas locais consagrados.
Construído sobre a barranca do rio, é um complexo urbanístico com gramado, árvores e extensa área calçada que compreende o parque, um centro cultural e o Colégio Internacional Parque España. O centro cultural conta com um teatro de 500 lugares, uma sala de conferências e 3 galerias de arte situadas dentro de 5 antigos túneis ferroviários do século XIX equipados e readaptados. A fachada sul da edificação possui uma espetacular escadaria que leva ao nível superior onde há um anfiteatro para 5.000 pessoas e uma linda vista do rio.

Sarmiento, 100 - Centro.
Inaugurado em 1902, foi o primeiro parque da cidade. Atualmente, reúne em seus 126ha uma magnífica arborização que inclui espécies como amendoim-acácias, eucaliptos, nogueiras, magnólias, salgueiros e palmeiras. Possui um lago artificial, conhecido popularmente como "el laguito", utilizado para passeios de barcos (antigamente um pequeno vapor), caiaques e pedalinhos. Outros lugares de interesse no parque são: uma fonte de águas dançantes; um Jardín Frances (1942), cujo maior destaque é uma grande fonte retangular de 80m de comprimento com uma escultura, cercada por caminhos limitados por canteiros de flores que terminam num local protegido com cercas de plantas mais altas, conhecido como Jardín de Invierno, onde há uma fonte circular de mármore; e um Rosedal construído em 1915, formado por cerca de 10.000 roseiras de diferentes espécies, com pérgolas, esculturas e a Fuente de los Españoles. O parque ainda é a casa do rubro-negro Club Atlético Newell's Old Boys, equipe da primeira divisão do Campeonato Argentino e seu colossal Estádio Marcelo Bielsa.

Av. Pellegrini esq. com Oroño - Barrio Parque.
Inaugurado em 1904, é um dos mais antigos do país. A condição acústica de sua sala principal se destaca como uma das melhores do mundo. Com capacidade para 1.550 pessoas, apresenta a forma de ferradura que caracteriza as grandes salas de espetáculos italianas.

Laprida, 1223 - Centro
Horário: Segunda, quarta e sexta 10h30 (Dez/Fev/Mar); Segunda, quarta e sexta 10h30 (Abr a Nov). Visitas Guiadas AR$280.

VEJA TAMBÉM: San Lorenzo (Santa Fe), 33km