Villa Yapacaní

ALT 296 m, POB 50.558 hab, SANTA CRUZ DE LA SIERRA 134 km

Suas principais atividades são a agricultura, pecuária, pesca e exploração florestal. Além disso, o comércio de madeira e o trabalho assalariado em fábricas de produtos metálicos e maquinárias, olarias, carpintarias e moinhos de arroz, são outras atividades que geram renda para seus habitantes. Tem em sua jurisdição o setor norte do Parque Nacional Amboró, que abrange grande parte de seu território.

ATRAÇÃO:

Com 4.425km², é uma das reservas mundiais com maior biodiversidade, já que em sua área convergem 3 ecossistemas diferentes. O relevo montanhoso da região e as peculiares formações rochosas com vales e desfiladeiros profundos compõem uma paisagem de grande beleza. Somam-se a isso os rios caudalosos e cascatas que conferem à região características cênicas marcantes. Existem aproximadamente 3.000 espécies de plantas registradas na área. Entre a grande diversidade, destacam-se inúmeras espécies de orquídeas e as samambaias gigantes que formam extensas manchas. Além de espécies economicamente importantes como o pacay, o açaizeiro e o morototó. Além de espécies madeireiras como o mogno americano, o pinheiro-bravo e o nogal boliviano. Nele, também estão registradas mais de 177 espécies de mamíferos, entre os quais se destacam as 43 espécies de morcegos. Entre os grandes mamíferos estão ursos andinos, onça-pintada, tamanduá-bandeira, entre outros. Possui 135 espécies de répteis e 173 espécies de anfíbios, entre as quais 50 espécies são sapos. Reúne 912 espécies de aves, sendo as que mais despertam interesse a pava de crista e a paraba militar. BS$185.