Ilhabela

ALT 4 m, POP 34.970 hab, SÃO PAULO 202 km

Conhecido como a “Capital da Vela”, o município-arquipélago é um dos pontos mais bonitos do litoral brasileiro. Com 83% de sua área preservada, abriga a maior reserva de Mata Atlântica do planeta. Sinônimo de flora exuberante e fauna rica em diversidade, sua beleza é completada por suas lindas praias de diferentes estilos e muitas cachoeiras.

ATRAÇÕES:

São 2 grandes quedas paralelas, uma com 55m e outra com 62m, formadas pelo córrego da Água Branca. Esta majestosa cachoeira, é a principal atração do Parque e pode ser vista da balsa. No passado, moveu a turbina da pequena hidrelétrica da CESP, hoje desativada. O banho é proibido, mas o Parque oferece uma trilha que passa por poços para banho e leva a outras atrações, como o Museu Náutico de Ilhabela.
Com 46m de queda formada pelo ribeirão dos Castelhanos, é uma das cachoeiras mais bonitas da ilha, podendo ser avistada do mar. Em meio à Mata Atlântica, forma uma cortina branca sobre rochas e uma piscina cristalina em sua base. A trilha de acesso se inicia no Canto do Ribeirão, ao norte da Praia dos Castelhanos (moderada, 4km, 1h30) e conta com sinalização, ponte pênsil, corrimãos, deck e bancos para descanso.
Ocupa o prédio da antiga usina da CESP (1958) e reúne um acervo de peças que contam a história dos naufrágios e uma interessante mostra arqueológica.

R. José Bonifácio, s/n - Bairro Água Branca
Horário: Diariamente, 9h/18h. Gratuito.
  • praias

da Fome

Com areias claras, mar calmo de águas verdes transparentes e muitas árvores que garantem sombra. Apresenta condições ideais para a prática de mergulho devido a seu mar cristalino. Conta com quiosques que fornecem mesas, cadeiras e banheiro. Há uma trilha que sai da praia do Jabaquara (4km, 1h30), mas o principal acesso é pelo mar, a partir da praia de Perequê, de onde saem lanchas (30min).

de Castelhanos

Considerada uma das praias mais belas do Brasil, tem areias claras e cerca de 1,5km de extensão. Forma uma linda baía de águas azul claras, com formato de coração, que pode ser claramente avistado do mirante acessível por uma pequena trilha no canto da praia. De mar aberto com ondas agitadas, é propícia para a prática do surfe. Possui uma boa infraestrutura, com quiosques e banheiros. Para chegar até ela, somente com veículos 4×4 (15km) ou de barco.
Trajeto de uma antiga estrada que estava sendo construída para ir até a Praia do Bonete, bem marcada e larga na maioria dos trechos. No caminho há cachoeiras com águas cristalinas, entre as quais a Cachoeira da Laje, além de muita Mata Atlântica preservada (difícil, 13km, 4h30). O acesso fica na Ponta da Sepituba, no extremo Sul de Ilhabela.

Cachoeira da Laje

É uma sequência de quedas que formam duchas, piscinas de águas claras e tobogãs naturais, cercados por Mata Atlântica preservada. Fica a aproximadamente 3km da Ponta da Sepituba (início da Trilha do Bonete).

Praia do Bonete

Uma das mais lindas da ilha, é a maior e mais estruturada comunidade caiçara de Ilhabela. É uma enseada de águas verdes e claras, com um rio no lado esquerdo e boas ondas para surfe. Com 657m de extensão, possui areias claras e macias, mar agitado e ainda mantém características selvagens com centenas de amendoeiras e mirantes incríveis. Conta com algumas pousadas, bares e campings rústicos. Acesso por barco ou trilha (4h) a partir da praia de Sepituba.