Gravatá

ALT 447 m, POP 84.699 hab, RECIFE 85 km

Teve origem como um ponto de parada para hospedagem de viajantes que iam comercializar açúcar e carne bovina, vindos do Recife para as cidades do agreste e sertão pernambucanos. Conhecido como importante polo moveleiro do estado, concentra um grande número de fabricantes de móveis rústicos e semirrústicos em madeira maciça, além de fibras naturais como junco, vime, ratã e cana-da-índia.

ATRAÇÃO:

Formada pelo riacho Uruçu-Mirim, tem uma queda de 23m de altura. As piscinas ao redor da queda são ideais para o banho. Está situada no Sítio Palmeira, que disponibiliza banheiros e acompanhamento de guia até o local. Fica a 16km da cidade. R$5.
Reserva de mata de serra ou mata de Brejo de altitude localizada nos Brejos de Gravatá, a cerca de 700m de altitude. Possui aproximadamente 900ha de área com belos exemplares de árvores, como as imponentes e centenárias mungubas, além de espécies arbustivas e herbáceas. O local é dividido por um paredão rochoso com cerca de 2km de extensão, mirantes naturais, lago, bicas e casa de apoio com sanitários. O passeio contemplativo é realizada em uma trilha (1,5km, 1h20) com observação da paisagem e da fauna silvestre.

Acesso pela Av. Riacho do Mel, 7km
Visitas agendadas: (81) 99901-8092.