Providencia y Santa Catalina Islas

ALT 2 m, POB 4.926 hab, SAN ANDRÉS 93 km

As duas ilhas constituem o único município oceânico insular do país e estão separadas pela famosa Puente de los Enamorados. Conta com 15 hotéis e quase 60 pousadas nativas que preservam uma arquitetura do tipo cabana. A partir de  San Andrés, chega-se pelo Aeropuerto El Embrujo (22min de voo) ou de catamarãs até o molhe de Santa Isabel (3h30), onde os táxis das ilhas aguardam passageiros. São vans confortáveis ​​dirigidas por habitantes locais que conhecem muito bem as opções de hospedagem. Dentro da ilha, é possível circular de ônibus, mototáxis ou alugar uma scooter ou uma mula.

ATRAÇÕES:

É uma pequena ilha de origem vulcânica no Parque Natural Nacional Old Providence McBean Lagoon, com uma altura de 30m, que oferece uma vista majestosa do mar que a rodeia. Não tem praia, mas possui um deck e escadas que possibilitam a descida até a água. O mar que o rodeia é raso, transparente e de coloração turquesa, tornando-o um local ideal para a prática de snorkel ou mergulho. Possui uma área de 2ha com uma vegetação basicamente composta por palmeiras e coqueiros. Está rodeado por algumas manchas de coral onde se pode observar uma grande diversidade de fauna marinha, com diferentes espécies de corais duros e moles e peixes de recife como peixes-papagaio, peixes-porco, cirurgiões-azul-claro e roncadores de cauda amarela. Para chegar lá é necessário ir de barco. No local há um pequeno bar. COP$7300.
Situada na baía de mesmo nome, é uma das praias mais movimentadas da ilha. Deve seu nome à quantidade de árvores de manzanillo (em português, mancenilheira), cujo pequeno fruto é altamente tóxico.  Esta fruta tem um aroma agradável e um sabor ligeiramente adocicado, mas uma vez ingerida, é mortal para humanos. Apesar disso, a praia de águas cristalinas é perfeita para praticar esportes como vôlei e conta com um restaurante de comida típica. Fica a 8km do centro.
Com 180m de extensão, une as ilhas de Providencia e Santa Catalina. É uma estrutura flutuante de madeira, cujas grades são pintadas com cores típicas da cultura do arquipélago e permite a passagem dos barcos por um estreito túnel. O canal onde ela se encontra, foi dragado por piratas no século XVII para proteger as duas ilhas dos invasores. Hoje é o local ideal de passeios românticos, por conta dos belos entardeceres.
Depois de cruzar a Puente de los Enamorados, seguindo à esquerda, tem início a "Alameda de Santa Catalina", que leva até as escadas de acesso ao Fort Warwick, que não é propriamente um forte pois só restam alguns canhões no local. Após passar pelo forte, chega-se a Fort Beach, onde começa a trilha até a famosa Cabeza de Morgan, uma enorme rocha que, avistada do mar no percurso entre Providência e Santa Catalina, lembra o rosto do lendário pirata.
É a trilha mais importante da ilha e tem início no setor Aguamansa. The Peak (El Pico) é o ponto mais alto de Providencia, com 360m de altitude e uma visão de 360° do seu topo. De lá é possível avistar a imensidão do mar e a beleza da barreira de corais. Ali nascem os mananciais de água doce que abastecem o território. Recomendável acompanhamento de um guia especializado. O melhor período para ir é de manhã cedo (moderada, 3h).