Paulo Afonso

ALT 243 m, POP 120.706 hab, SALVADOR 469 km

Situada na divisa entre Bahia, Alagoas e Pernambuco, surgiu devido a construção do Complexo Hidrelétrico. Cidade planejada, hoje é uma das mais desenvolvidas da região.  O centro fica numa ilha artificial em meio ao rio São Francisco e possui boa estrutura de serviços.

ATRAÇÕES:

Conjunto formado por diversas de quedas d'água no Rio São Francisco. Quedas de aproximadamente 80m que descem pela rocha granítica, recortada em plataformas que lembram grandes degraus e alimentam uma série de usinas do Complexo Hidrelétrico de Paulo Afonso.
A visita pode ser com carro próprio, porém com acompanhamento de guia, contratado no Centro de Informações Turísticas da cidade. A visitação inclui lagos, cachoeiras, cânions, vegetação nativa, pontes, túneis e toda estrutura da usina.

Núcleo de Atendimento ao Turista - NAT
Av. Apolônio Sáles, 125 - Vila Poty
Diariamente, 7h30 a 17h30.
Região mais inóspita do semi árido brasileiro. Com uma área de 99.772ha, é uma reserva biológica de caatinga, considerada única no mundo. Com temperaturas que chegam a atingir 43ºC, foi cenário de aventuras e esconderijo do famoso cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva, mais conhecido como Lampião. Também em suas imediações ocorreu uma das mais sangrentas guerras nordestinas, a Guerra de Canudos. Recebeu este nome como homenagem à proprietária da Fazenda Catarina, que até hoje existe na região. Diz a lenda, que a fazendeira lutou contra a seca, mas acabou louca após ter sido derrotada por uma nuvem de gafanhotos que devorou suas plantações. Seu fantasma vaga pela região, ajudando vaqueiros a encontrar animais perdidos. Passeios somente com acompanhamento de guias e agendados com antecedência para atender a normas do Ibama e da Funai.
Composta por vegetação de caatinga, formações rochosas de arenito, grutas, cavernas e pinturas rupestres. Há uma trilha de nível médio a partir do povoado de Riacho que leva ao ponto mais alto do município, com 536m, de onde se tem uma vista deslumbrante da região. Necessário acompanhamento de guia (4h).

Acesso pela Rodovia BR-110, povoado de Riacho, a 20km de Paulo Afonso.