Corumbá

ALT 118 m, POP 109.899 hab, CAMPO GRANDE 428 km

A Capital do Pantanal, ergue-se majestosa às margens do rio Paraguai, na fronteira entre Brasil, Paraguai e Bolívia. É a segunda cidade economicamente mais importante do estado e um dos principais portos fluviais do país e do mundo. Casarios históricos e compras em Puerto Quijarro (Bolívia) completam o leque de atrações neste destino que contrasta o urbano e o selvagem.

ATRAÇÕES:

É um monumento no alto do Morro do Cruzeiro, com 12m de altura com um mirante de onde se avistam a cidade e as paisagens ao redor.

Acesso pela rua Cáceres - bairro Popular Velha
Diariamente, 7h/20h.
Exposição sobre a fauna e a flora brasileira, com painéis lúdicos e interativos sobre a formação geológica dos biomas e da composição de diferentes ecossistemas. Funciona num antigo casarão preservado, construído em 1908.

Ladeira José Bonifácio, 138 - Centro
Horário Segunda a sexta, 9h/11h20 e 14h/17h20. R$3.
Maior planície inundável do mundo, com uma área total de 340.500km². Tem uma topografia muito complexa, constituída por dezenas de grandes rios próximos aos seus deltas. Milhares de lagos e áreas alagadas, que se misturam com regiões de savanas e florestas. Faz parte da bacia superior do rio Paraguai, que por sua vez pertence à bacia do rio da Prata. Cerca de 80% da superfície fica inundada anualmente, e por causa da sua pequena inclinação, a água drena-se lentamente para sua única saída, o rio Paraguai.

É um dos ecossistemas com maior biodiversidade do mundo. Sua localização estratégica no coração da América do Sul, o torna um centro de interseção da maioria dos biomas do continente. Ali podem ser encontrados a flora e a fauna da Amazônia, do Cerrado brasileiro, do Chaco e das Florestas Atlânticas. Existem mais de 1.000 espécies de aves, 400 de peixes, 300 de mamíferos, 480 de répteis e 9.000 espécies diferentes de invertebrados. Entre os animais mais conhecidos que o habitam estão onças, pumas, sucuris, jacarés, tatus, capivaras, ariranhas, veados campeiros, araras, tamanduá-bandeira e antas.

Uma das principais atrações é a Estrada Parque Pantanal, com 120km de extensão, que foi a primeira ligação entre Corumbá e Campo Grande. A melhor época para realizar passeios de barco ou a cavalo pela região é entre os meses de junho a agosto, quando os rios estão cheios e os animais buscam abrigo em lugares que não estejam inundados. Outras atividades muito procuradas são a pesca e a observação de aves.
Saiba mais:

Portal Pantanal