Iporanga

ALT 81 m, POP 4.218 hab, SÃO PAULO 326 km

ATRAÇÃO:

Com mais de 35.712ha, abrange os municípios de Iporanga e Apiaí. Abriga a maior porção de Mata Atlântica preservada do Brasil e mais de 300 cavernas catalogadas. É dividido em 4 núcleos: Santana, Ouro Grosso e Casa de Pedra, em Iporanga, e Caboclos, em Apiaí. Conta com várias trilhas e seu o complexo de cavernas é considerado um dos mais bonitos do país. Atualmente, somente 12 cavernas estão abertas a visitação. Possui um Centro de Interação Ambiental, com auditórios e sanitários, quiosques e estacionamento. O Núcleo Santana é o principal núcleo de visitação do PETAR. Localizado no vale do rio Betari, oferece diferentes atrativos como a Caverna de Santana, a Trilha do Betari (Caverna da Água Suja, Cachoeira das Andorinhas e Cachoeira do Betarzinho ou Beija-flor) e a Trilha do Morro Preto-Couto (Caverna do Morro Preto e Caverna do Couto). Suas trilhas são de fácil acesso. Todos os passeios no Núcleo de Santana ou no PETAR devem ser feitos sempre com acompanhamento de um monitor ambiental credenciado.

Rodovia SP-165, Km 156 s/n Zona Rural, 13km
Horário: Terça a domingo, 8h/17h. R$13 (cobrado apenas nos Núcleos Santana, Caboclos e Ouro Grosso).

Cachoeira das Andorinhas ★★

Com uma queda de 35m de altura, é a mais mais bonita do Parque. Está localizada num cânion no final da Trilha do Rio Betari. Não é permitido nadar em sua piscina devido à força da águas. Acesso pela Trilha do Betari no Núcleo de Santana (moderada, 3h). Fica a 11km do centro de visitantes.

Cachoeira das Arapongas ★★

É mais alta do Parque com 65m de altura, excelente para a prática do rapel ou cascading. Acesso pela Rota das Cavernas (SP-165), sentido Apiaí, a 11km do centro de visitantes. Sua trilha passa inicialmente por uma propriedade particular onde é cobrado um ingresso de R$5 (moderada, 20min).

Cachoeira do Betarizinho ou Beija Flor

Queda com 45m de altura, possibilita ao visitante entrar por debaixo de sua cortina de água. Forma uma linda piscina natural. Fica a 100m da Cachoeira das Andorinhas. Acesso pela Trilha do Betari, no Núcleo de Santana (moderada, 3h).

Caverna da Água Suja

É uma gigantesca caverna com grandes salões e cortada por um rio. Tem aproximadamente 1.800m de desenvolvimento, sendo 800m abertos ao turismo. O desafio é chegar até sua cachoeira interna para um banho na escuridão. Acesso pela Trilha do Betari, no Núcleo de Santana (caminhada externa: nível médio, 40min/ caminhada interna: nível médio, 2h). Fica a 4,5km do centro de visitantes.

Caverna de Santana ★★★

Com cerca de 8km de extensão e com salões magníficos, é a mais linda do Parque. É muito utilizada para aulas de Educação Ambiental e para fotografias. Nela se encontram os salões das Flores, São Paulo, São Jorge, Takeupa e algumas formações curiosas como o Buraco do Segredo, a Pata do Elefante e a Cabeça do Cavalo. Muitos de seus salões tem visitação restrita. Somente 800m estão abertos à visitação pública. Fica no Núcleo de Santana (caminhada externa: nível fácil, 5min/ caminhada interna: nível fácil, 2h). Fica a 3km do centro de visitantes.

Caverna do Couto ★★

É praticamente um conduto de drenagem de águas provenientes da serra da Onça Parda. Com 600m, atravessa o morro, até sair do outro lado. A visão que se tem da mata do lado de dentro da caverna é espetacular. Está no Núcleo de Santana (caminhada externa: nível, 5min/ caminhada interna: nível fácil, 1h). Fica a 4km do centro de visitação.

Caverna do Morro Preto ★★

Tem um dos mais belos pórticos de entrada de todo o PETAR. A imagem do seu mirante interno, vista da boca, na contraluz é o principal cartão postal do parque. Ali foram encontrados vestígios de que ela serviu de abrigo ao homem primitivo. Está no Núcleo de Santana (caminhada externa: nível médio, 15min/ caminhada interna: nível médio, 1h). Fica a 4km do centro de visitantes.

Caverna do Ouro Grosso ★★

Formada por uma sequência de cachoeiras, algumas com a necessidade de cordas para passar, esta caverna possui vários poços com águas profundas. Apenas um trecho de 200m encontra-se aberto à visitas. Fica no Núcleo do Ouro Grosso (caminhada externa: nível fácil, 15min/ caminhada interna: nível difícil, 2h). Fica a 850m do centro de visitantes.