Bahía Blanca

ALT 20 m, POB 296.800 hab, LA PLATA 627 km

Localizada no sul da província, a cidade se consolidou como um dos mais importantes centros comerciais, culturais, educacionais e, principalmente, esportivos do interior do país. Conta com importantes museus e bibliotecas, e sua infraestrutura turística inclui circuitos arquitetônicos e parques. Em torno da Plaza Rivadavia estão edificações do começo do século XX, como a Catedral de estilo neoclássico, e várias outras construções que constituem o centro histórico da cidade.

ATRAÇÕES:

  • Bus Turístico
Serviço gratuito implementado pelo município através da Secretaria de Turismo. É um veículo com som, sistema multimídia e um guia turístico profissional, que realiza diferentes rotas pela região de Bahía Blanca. Informações: Hall del Palacio Municipal (seg/sex, 8h/14h) e Terminal de Ómnibus (seg/sex 7h/15h, sáb 7h/11h). Os passeios começam e terminam na calle Alsina 37, não sendo possível embarcar ou desembarcar em outros pontos fora dos especificamente mencionados.
Abriga o Museo de Bellas Artes e o Museo de Arte Contemporáneo (MAC), que compõem os chamados 2 museus. Ocupam um importante edifício construído na década de 1920. O Museo de Bellas Artes dedica-se à exposição de uma importante coleção de pintura argentina do final do século XIX ao XX. Já o MAC conta com 6 salas de exposições e possui um grande terraço e jardins que circundam o edifício, onde regularmente se programam concertos, espetáculos, peças de teatro, entre outros.

Sarmiento, 450
Horário: Segunda a quinta 9h/13h, sexta 13h/17h, domingo 16h/20h. Gratuito.
Situado numa propriedade de 5ha, é o mais importante do gênero no país. Tem uma área ao ar livre com uma variada mostra estática de aeronaves antigas e atuais. O Salão Histórico (512m²) exibe uniformes de época, pinturas, fotografias, objetos pessoais e documentos da história da Aviação Naval. Já no Hangar Tecnológico (450m²) podem ser vistos armamentos diversos, alvos teleguiados, equipamentos de sobrevivência, motores, câmeras fotográficas de diferentes épocas e helicópteros. E ainda é possível visitar o hangar utilizado para restauração e manutenção de aeronaves.

Ruta Nacional 3 Vieja, s/n (Base Aeronaval Comandante Espora), 12km
Horário: Diariamente, 14h/18h.
Destaca principalmente a atividade que caracterizou a cidade, sempre reconhecida como a capital do basquetebol. Além do basquete, exibe fatos interessantes e amostras de outros esportes desde a bocha até o automobilismo, passando pelo boxe e atletismo. Seu acervo inclui material fotográfico, bibliográfico e audiovisual, além de objetos de destaque que vão desde medalhas e taças a veículos e camisetas, como uma da seleção artgentina de 2014, autografada por Messi.

Peatonal Luis María Drago, 45, PB (Torre del Bicentenario)
Horário: Segunda a sexta 9h/18h, sábado 15h/18h.
Um dos museus mais originais da cidade, está repleto de utensílios de época. É um lugar onde as coisas, além de serem expostas, são fabricadas. As ferramentas ferroviárias e portuárias são o ponto de partida para tentar entender como se organizavam as oficinas em que essas ferramentas eram utilizadas, como eram a ordem e os conflitos da sociedade a que serviam, e como se configuram, em comparação às coisas hoje. Na área do museu podem ser observados os galpões ferroviários, a Casa del Espía e a antiga Usina General San Martín.

Av. Juan Bautista Justo, 3885
Horário: Segunda a sexta, 9h/13h. Gratuito.
Um dos muitos espaços verdes da cidade, está decorado com obras de dimensões monumentais que foram criadas utilizando-se sucata ferroviária reciclada. As esculturas que pesam entre 700kg e 4.000kg, foram adquiridas pela prefeitura após uma mostra de artes. Outro atrativo de destaque no local é uma fonte construída sobre uma base circular de 300m².

Av. Urquiza.