Córdoba

CAPITAL DA PROVINCIA, ALT 352 m, POB 1.560.900 hab, BUENOS AIRES 696 km

Fundada por Jerónimo Luis de Cabrera em 1573, é a segunda cidade mais populosa depois de Buenos Aires e a mais extensa do país. É um importante centro cultural, econômico, educacional, financeiro e de entretenimento da região. Possui importantes pontos históricos, culturais e turísticos, e também uma importante fábrica cultural, receptora de estudantes universitários de todo o país e do mundo. O Aeropuerto Internacional Pajas Blancas se posiciona como o terceiro mais importante em voos internacionais na Argentina.

ATRAÇÕES:

Construído entre 1942 e 1943, é composto por duas torres de 6m de diâmetro e 18m de altura, unidas por uma ponte. Considerado um símbolo da cidade, foi projetado para contar a história da cidade, ilustrada nas paredes de suas torres. O relato histórico é complementado por alguns objetos em exposição e uma mostra de fotografias contemporâneas.

Avenida Amadeo Sabattini, 4750 (entrada sul da cidade)
Horario: Terça a sábado, 10h/17h. Gratuito.
Inaugurado em 2011, é a nova sede do Governo da Província de Córdoba. Está composto por 2 edifícios, um em torre que abriga atividades relacionadas com a administração pública, e outro mais baixo que abriga as atividades próprias do Governador. A torre repousa sobre um grande espelho de água que multiplica sua imagem através de seu reflexo.

Rosario de Santa Fe, 650
Horário: Segunda a sexta, 8h/20h.
Oferece alfajores tradicionais e todos os tipos de iguarias desde 1927.

Bv. Chacabuco, 33
Horário Segunda a sexta 9h/19h, sábado e domingo 8h/13h.
É uma ruína subterrânea do que foi o Noviciado Jesuítico na cidade. Em 1928, durante as obras de ampliação da Avenida Colón, as abóbadas deste antigo edifício apareceram na superfície da calçada. Redescoberta em 1989, constitui atualmente um museu municipal onde se realizam visitas guiadas e uma sala de exposições culturais.

Av. Colón esquina Rivera Indarte
Horario: Segunda a sexta, 10h/17h. Gratuito.
Considerado o edifício mais estreito da América do Sul. Foi construído em 1920 num estilo arquitetônico liberal. Possui 20m de frente e apenas 6m de largura. Sua ampla e bela fachada é repleta de detalhes arquitetônicos luxuosos, o que torna ainda mais curiosa sua finíssima silhueta de perfil.

Av. Emilio Olmos esq. com Rivadavia.
É a canalização parcial do córrego La Cañada que atravessa a cidade de sudoeste para norte. Sua construção data de 1671 e suas características mais marcantes são seus desenhos em pedra, atravessados por numerosas pontes acompanhadas por enormes por enormes árvores principalmente da espécie tipuana, que realçam e adornam este passeio singular. Atualmente, compreende o trecho entre as ruas Tronador a Humberto Primo.
La leyenda de La Pelada de la Cañada

La pelada de la Cañada ou "a mulher careca da Cañada" foi o fantasma mais temido pelos cordobeses na década de 40. Costumava aparecer junto à mureta da Cañada, entre as ruas Duarte Quirós, Montevideo e Bulevar San Juan. Tinha 2 imagens diferentes. A primeira descrita como um vulto de mulher de baixa estatura, usando um manto que lhe cobria a cabeça e escondia o rosto. Os moradores que viviam nas margens da Cañada, se trancavam em suas casas ao ressonar das 8 badaladas dos sinos da Igreja de Santo Domingo no inverno, evitando qualquer encontro com essa assombração, que saía em busca dos boêmios. Ela aparecia de repente em meio a escuridão e perseguia os desavisados com um grito que fazia qualquer um se arrepiar. Diante de uma clareira na chamada "cinco esquinas", tirava seu manto revelando um rosto cadavérico e uma cabeça raspada, daí seu nome. A segunda versão tinha a mesma descrição, a diferença é que era chorona, sarcástica e costumava roubar suas vítimas.
Funciona num antigo prédio ferroviário e conta a história da indústria através dos tempos, sua importância, suas consequências, projeção para o presente e desenvolvimentos para o futuro. Acervo composto por automóveis, aviões e outros expoentes da produção industrial local.

Libertad, 1130 - General Paz
Horário: Terça a sábado 8h/18h, domingo 9h/19h. Gratuito.
Exibe cerca de 160 peças de artesanato tradicional e moderno, entre as quais, artesanato indígena do Brasil e do Peru, móveis em vime do Chile, cerâmicas da Nicarágua, máscaras de Oruro, esculturas de madeira, a caixa escultórica de desenho gótico de Jorge Bianello, escultura em madeira de Eduardo Paviolo, entre outras obras.

Belgrano, 750
Horário: Terça a sexta 10h/19h, sábado e domingo 10h/14h e 15h/21h.
O Palácio Ferreyra, edifício que abriga o Museu, foi inaugurado em 1919. É considerado um dos edifícios mais notáveis construídos durante a tendência que se desenvolveu no início do século XX, de recuperação do neoclassicismo francês. Tem um total de 12 salas de exposições para 500 obras. O museu apresenta uma grande parte do patrimônio artístico da província com exposições permanentes de esculturas, pinturas, desenhos e fotografias de vários artistas como Cruz Diez, Dávila, De la Vega, Deira, Kasuya, Le Parc, Macció, Obregón, Sakay e Soto, entre outros.

Av. Hipólito Yrigoyen, 511 - Nueva Córdoba
Horário Terça a domingo, 10h/20h. AR$15.
Sua construção começou em 1889 e terminou em 1911. Com 100ha, é o maior parque da cidade e um dos mais antigos da América do Sul. Possui um lago, belos passeios, um jardim zoológico e um grande número de obras esculturais que o tornam um autêntico museu ao ar livre. Distribuídos em pontos estratégicos, numerosos mirantes permitem apreciar belas vistas panorâmicas da cidade.

Centro Cultural Córdoba y Faro del Bicentenario ★★★

O Centro Cultural Córdoba tem 15.500m² e é composto por 5 níveis com biblioteca, sala para consulta de documentos históricos e áreas técnicas e administrativas do Arquivo Histórico Provincial. Seu teto-esplanada, que na verdade é uma praça seca, representa as ondas do mar. Complementa a paisagem, o Faro del Bicentenario, um belo monumento semelhante a um farol com 102m de altura. 

Av. Poeta Lugones, 401 - Nueva Córdoba Horário Terça a domingo, 10h/20h.

Museo Provincial de Ciencias Naturales ★★

Localizado no Parque Sarmiento, exibe um acervo de ciências naturais que entesoura a província. Destaca-se uma valiosa coleção de minerais e rochas de diferentes partes do mundo e uma multiplicidade de flora e fauna, características dos ambientes naturais de Córdoba.

Av. Poeta Lugones, 395
Horario: Terça a domingo, 10h/20h. AR$50 (Quarta é gratuito).

Vuelta al Mundo de Eiffel

É o nome dado a uma antiga roda gigante do Parque Sarmiento, também conhecida como Rueda Eiffel, que se tornou uma emblemática escultura da cidade. Feita quase inteiramente em ferro forjado, tem 27m de diâmetro e 20 cabines com 6 lugares cada. Levava 20min para completar cada volta. É um exemplo da típica engenharia ou arquitetura de ferro do final do século XIX e início do século XX, cuja construção tem sido tradicionalmente atribuída a Gustave Eiffel.

Zoo Córdoba

Tem uma área maior que 17ha e apresenta escadarias, rotundas, pontes, estradas ladeadas por cactos e um lago com ilhas e diferentes espécies de patos e aves aquáticas. Possui um serpentário com 5 espécies de serpentes venenosas da Província, animais das regiões chaqueñas e patagônicas, um noturnário onde se encontram animais de hábitos noturnos da Província, além de aquário, complexo de felinos e outras atrações. Está localizado no Parque Sarmiento.

Rondeau, 798
Horário: Segunda a sexta 10h/17h30, sábado e domingo 10h/18h. AR$180.
Feira de Artesanato que funciona há mais de 25 anos, reunindo um patrimônio cultural riquíssimo em histórias, lendas e produções artesanais. Nos finais de semana e feriados, o passeio começa na Pasaje Revol, onde está a Feira de Antiguidades, Reciclagens e Curiosidades. Mais adiante, chega-se ao Paseo de las Artes, uma praça repleta de artesãos, epicentro do design, originalidade e bom gosto a bons preços.

Achaval Rodriguez, 330 - Güemes
Horário: Finais de semana, 17h/23h.
Centro cultural, recreativo e comercial. Possui uma galeria onde acontecem eventos e exposições, além de 2 restaurantes, lojas e uma fonte de águas dançantes com sistema de música e iluminação.

Av. Hipólito Yrigoyen, 325 - Nueva Córdoba.
Do alto da torre de observação, a 40m de altura, é possível contemplar uma das melhores vistas panorâmicas da cidade. Além disso, uma visita guiada (1h), permite o acesso a lugares escondidos dentro da igreja e conta a história da construção e outros mistérios dessa monumental obra arquitetônica.

Buenos Aires, 693
Horário: Terça a sábado, 10h30/12h e 16h30/18h. AR$200.

ARREDORES:

Alta Gracia

ALT 553 m, POB 53.500 hab, CÓRDOBA 38 km

ATRAÇÃO:

Antiga casa da família Guevara, possui 10 salas, além de um pátio e uma garagem. Também guarda fotos, manuscritos e objetos de diferentes momentos da vida de Ernesto Che Guevara, com destaque para a bicicleta original com a qual ele fez a primeira viagem pelos países da América Latina e uma motocicleta do mesmo modelo da que ele usou em sua segunda viagem.

Nicolás Avellaneda, 501
Horário: Segunda 14h/18h45, terça a domingo 9h/18h45. AR$75.

Bialet Massé

ALT 653 m, POB 5.425 hab, CÓRDOBA 46 km

ATRAÇÕES:

Uma interessante construção em forma circular que se assemelha a uma mão humana apontando para seu criador. De estilo neo-gótico, foi construída num tanque de água, que provoca diferentes efeitos em seu interior. Um campanário se eleva junto a uma de suas laterais. Localizada no bairro Balcón del Lago I.
Considerado patrimônio histórico e cultural do país. Foi construído por Juan Bialet Massé em 1884 para produzir cal usada na construção do primeiro dique de San Roque. Revestido internamente com pedra-sabão, possui um túnel de 100m usado para extrair o material. Está localizado na Ruta Nacional 38, no acesso norte da cidade.

Salsipuedes

ALT 744 m, POB 9.842 hab, CÓRDOBA 36 km

ATRAÇÃO:

Museu dedicado à memória de Ada Falcón, a inesquecível "Imperatriz do Tango". Acervo totalmente relacionado à trajetória artística e pessoal da cantora, com muitas fotos, documentos e objetos pessoais, todas as suas gravações, revistas e outros.

Entre Rios, 10 esquina com Chacabuco
Visitas com agendamento prévio: reservas@LaJoyitaArgentina.com.ar

Tanti

ALT 865 m, POB 6.554 hab, CÓRDOBA 49 km

ATRAÇÕES:

Uma espetacular cascata de 115m de altura, que se constitui numa das quedas d'água mais altas das serras de Córdoba. Acesso por uma trilha de média dificuldade (7km, 2h30). Horários: Diariamente, 8h/18h (entrada permitida até 13h). Fica a 5km da cidade.
Lugar de reprodução e descanso para os singulares pássaros nativos chamados "chirrios" (onomatopeia do chiado que eles emitem aparentemente para se orientar no escuro por meio de ecolocalização). O lugar é caracterizado pelas diferentes formas dos blocos de pedra erodidos pelo vento, dentre as quais se distinguem: o Indio, o Tanque, o Macaco, o Cachorro, entre outros. O lugar tem trilhas auto-guiadas de beleza espetacular. Fica a 10km da cidade.
Com elevações que chegam a 2.465m, o enorme maciço é um dos últimos habitats de espécies como o condor e tabaquillo, árvore típica da região central da Argentina. No inverno, seu pico nevado se destaca, atraindo amantes do montanhismo e dos esportes de aventura. Entre as atividades que podem ser realizadas estão as caminhadas, cavalgadas, trekking, todas propiciando conhecer a fauna nativa da região. Entre as espécies que podem ser vistas estão gaviões, gralhas, águias, raposas, gambás, doninhas, lebres, e até mesmo pumas. Fica a 30km da cidade.