Resistencia

CAPITAL DA PROVINCIA, ALT 50 m, POB 416.100 hab, BUENOS AIRES 936 km

Fundada em 1878, é o principal centro administrativo, comercial e cultural do Chaco. Foi projetada com critérios urbanísticos que a diferenciam do traçado típico de tabuleiro de xadrez existente na maioria das cidades mais antigas da Argentina. Suas ruas e avenidas são largas e com tráfego tranquilo. É hoje um grande museu ao ar livre, sendo conhecida como a Capital das Esculturas. Conta com um Aeroporto Internacional dos mais importantes do país, servindo muitas vezes de parada de emergência para voos internacionais, graças a sua pista de quase 3km.

ATRAÇÕES:

Com 14.500m², exibe um monumental parque escultórico com grandes obras dispostas num espaço projetado pelo consagrado paisagista Pradial Gutiérrez. São mais de 50 esculturas volumétrica e outras peças valiosas. Antes de chegar, a Rambla de las Esculturas funciona como uma antessala do museu, com mais de 30 obras expostas ao ar livre. Somam-se a esse conjunto mais de 600 obras espalhadas pelas calçadas, canteiros, acessos e parques da cidade.

Av. de los Inmigrantes, 1001 - Parque 2 de Febrero
Horário: Segunda a sexta, 8h/13h.
Conta com 3 salas que buscam resgatar o valor histórico e cultural do patrimônio gráfico e audiovisual, mostrando o desenvolvimento dos meios de comunicação locais. As salas são dedicadas ao jornalismo gráfico, ao rádio e à comunicação audiovisual (cinema e televisão).

Pellegrini, 213
Horário: Segunda a sexta, 8h/12h e 17h/21h.
Fundado pelo folclorista e historiador Ertivio Acosta, tem um acervo com fotos, documentos e objetos que remetem às civilizações indígenas Qom, Moqoít e Wichí e imigração italiana de 1878. Possui mostras permanentes sobre a historia política do Chaco e uma sala sobre mitología guaraní.

Juan B. Justo, 280
Horário: Segunda a sexta, 8h/19h.
Acervo com tecidos e cerâmicas das culturas Qom, Moqoít e Wichí, cuja antiguidade e procedência são de inestimável valor. Os objetos pessoais, utensílios e artefatos construídos pelos primeiros imigrantes confirmam a precariedade dos tempos de colonização, enquanto os diplomas, medalhas, sabres e uniformes testemunham o estágio da conquista militar.

Necochea, 498
Horário: Segunda a sexta, 8h/12h e 15h/19h.
É um espaço único em frente ao rio, onde se pode desfrutar de atividades ao ar livre e também encontrar pontos de informação ambiental e turística. Conta com uma fonte de águas dançantes, uma praia polivalente, heliporto, bares e ciclovias.

Av. Sarmiento, 2500.
Espelho de água doce de forma estreita e alongada, típica das lagoas da região. Atualmente abrange 9,5ha e, desde sua recuperação, tornou-se um importante espaço verde na cidade.

Av. Paraguay, 3500.
Calçadão movimentado que abrange 4 quadras das ruas Arturo Illia e Juan Domingo Perón. É um dos mais bonitos do país e conserva algumas das esculturas da cidade. Centro.