Criciúma

ALT 46 m, POP 219.393 hab, FLORIANÓPOLIS 204 km

Cidade mais populosa do Sul Catarinense, é um polo industrial em diversos setores, entre os quais, confecção, embalagens, cerâmico, plástico e descartáveis, metalmecânico, extração do carvão mineral, construção civil e material gráfico. Conhecida por ser a capital brasileira do carvão e do revestimento cerâmico, no seu subsolo abriga uma das maiores reservas minerais do país. A Mina de Visitação Octávio Fontana permite uma visão da evolução histórica da riqueza extrativa da cidade.

ATRAÇÃO:

Remete a história da extração do carvão, símbolo da cidade. É a única mina de carvão aberta a visitação na América Latina e a quarta no mundo. O espaço tem 15.000m² e abrigava a antiga Mina São Simão, que funcionou até 1994. Recebeu seu nome em homenagem ao antigo empreiteiro da mina, o empresário Octávio Fontana, que além de ter sido concessionário para extrair carvão do local, nasceu no bairro. Antes de embarcar no trenzinho (réplica de modelo de 1922/10 passageiros), os visitantes passam pela casa. O trajeto, acompanhado por guia, narra a história da extração carbonífera e curiosidades do local. Durante a viagem por dentro das galerias, o trenzinho percorre 300m e passa por 8 estações que narram sobre religiosidade, ferramentas, modos e locais de trabalhos dos mineiros. Agendar visita pelo telefone (48) 3445-8734.

R. Quintino Dal Pont, s/n - Naspolini, 3km
Horário: Terça 14h/17h30, quarta a domingo 9h/11h30 e 13h/17h30. R$16.